February 2007


Liberdade


Liberdade Aquilo que «actua» sobre mim só actua porque eu o escolhi como actuante. Não é porque alguém me ofenda que eu reajo violentamente, mas sim porque escolho tal ofensa como «móbil» da minha reacção. Tal escolha, porém, de um móbil, posso não reconhecê-la senão depois de se manifestar. Assim são normalmente os meus actos que me esclarecem sobre o que realmente sou, sobre aquilo que realmente escolhi, sobre a minha liberdade.
Mas isso não significa que eu seja «inconsciente», já que, segundo Sartre, o homem é consciência de ponta a ponta, em todos os seus aspectos. Simplesmente, há consciência posicional, reflectida, e consciência não-posicional, não reflectida. A minha liberdade é de facto consciente, mas só os meus actos claramente ma revelam. Em qualquer situação portanto, eu «sou consciência de liberdade». Assim a minha liberdade é o estofo do meu ser.

Vergílio Ferreira
Prefácio/Ensaio para "O Existencialismo é um Humanismo", de Jean-Paul Sartre




Clicked by mixed emotions on February 19th, 2007, 16:52 by salamandrine

Labririntos


Labirintos



Clicked by Nikon F3HP on February 17th, 2007, 21:35 by salamandrine

Prazeres


Prazeres



Clicked by Nikon FE2 on February 16th, 2007, 14:29 by salamandrine

Sorrisos


sorrisos



Clicked by Nikon FM2n on February 3rd, 2007, 16:52 by salamandrine